O hipismo une duas grandes paixões humanas; o esporte e o convívio com cavalos. A nossa história junto com os equinos é antiga e remonta aos tempos em que andar a cavalo poderia ser uma questão de vida ou morte. A modernidade adaptou a nossa relação com eles. Deixaram de ser somente um meio de transporte e se transformaram em protagonistas de um esporte.

Andar a cavalo, além de ser um exercício prazeroso ainda é uma prática que está associada a uma vida mais saudável. Por isso, o Café Paddock separou 3 benefícios que o hipismo pode trazer para o seu corpo e para a sua mente:

Redução do stress

Você sabia que 9 em cada 10 pessoas sofrem com estresse? Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o estresse é uma epidemia global e já atinge mais de 90% da população mundial. Para ajudar combater essa síndrome, uma boa saída pode estar no hipismo. Isso porque a prática esportiva aliada ao contato com cavalos é uma ferramenta poderosa que ajuda na redução da pressão arterial e na diminuição da produção de cortisol (popularmente conhecido como hormônio do estresse).

Coordenação motora, concentração e equilíbrio

A equitação traz ganhos importantes nesse quesito, principalmente para crianças. O hipismo estimula mudanças na postura corporal, ajuda no ganho de equilíbrio e na concentração. Os resultados na coordenação motora são tão expressivos que recentemente foi sancionada a lei que regulamenta a equoterapia(método terapêutico que utiliza o cavalo na reabilitação e desenvolvimento de pacientes). Em relação a concentração, é possível ver os reflexos dessa mudança inclusive nas atividades escolares.

Ativação muscular e manutenção óssea

O hipismo trabalha com mais de 12 grupamentos musculares e envolve um gasto calórico elevado. Uma aula de uma hora pode queimar de 200 a 250 calorias, o que ajuda a reduzir a flacidez, além de propiciar ganho de condicionamento físico e perda de gordura corporal.

O hipismo é um esporte que pode ser praticado por pessoas dos mais variados perfis e idades. É comum que pais e filhos aproveitem o Domingo para andarem juntos a cavalo, assim como ver neto e avô cavalgando juntos. Como todo esporte, o hipismo deve ser praticado em local adequado e sob a supervisão de profissionais qualificados.

Por fim, há um último benefício que somente o hipismo é capaz de propiciar, o laço de um cavaleiro com o seu cavalo. Dos cavaleiros jovens aos já idosos, todos eles acabam criando uma relação companheirismo e cumplicidade com o nosso parceiro de 4 patas. Essa relação é tão forte que pesquisas realizadas pela Universidade de Sussex apontaram que os cavalos são capazes de reconhecer e reagir a expressões faciais humanas.

É fascinante que a nossa relação com os equinos tenha chegado tão longe e possa trazer tantos benefícios aos dois lados. Quer saber como tudo isso começou? Então, clique aqui para ler tudo que você precisa sobre a história do hipismo.

WhatsApp Fale com a gente pelo WhatsApp! >